2 de outubro de 2019 / por ondatkm

Cultura e Negócios: Entenda a importância

Conheça os principais benefícios dessa cultura para as empresas

Atualmente é impossível falar em crescimento organizacional sem a aplicação da cultura colaborativa. O conceito em si é simples: é preciso que exista a colaboração de toda a equipe para a conquista dos objetivos em um negócio.

Quando se fala em cultura colaborativa é instantânea a relação com a internet e redes sociais. Exemplos de sites e redes sociais que estimulam a colaboração entre usuários são: Wikipedia, YouTube e Waze.

O termo cultura colaborativa também se relaciona com a inteligência coletiva, principalmente quando abordada pelo sociólogo e pesquisador Pierre Lévy. Segundo Lévy, os seres humanos, com as suas individualidades, inteligência e conhecimentos poderiam se mobilizar em prol de objetivos maiores.

Para o sociólogo, já que é impossível que as pessoas tenham todas as habilidades, o ideal é que haja a união dos conhecimentos, o que na prática se relaciona com a definição de equipe multidisciplinar.

Principais benefícios da cultura colaborativa para os negócios
Segundo a Plano Consultoria, também especialista em Mudança e Desenvolvimento Organizacional, dentre as vantagens da cultura colaborativa em uma empresa, estão:

– Possibilita a reciclagem de métodos através da união dos conhecimentos da equipe;
– É um princípio que valoriza os colaboradores, colocando-os em uma posição de participantes das transformações no negócio;
– Ajuda a estimular a criatividade e consequentemente a inovação;
– Tem como base a melhor comunicação entre os membros da equipe;
– Permite a identificação de novos talentos e potenciais líderes dentre os colaboradores.

Construindo uma cultura colaborativa no negócio

Comunicação clara e de mão dupla

Deve existir transparência nas relações horizontais (não apenas de cima para baixo), que favoreça a colaboração no trabalho. É fundamental que líderes e colaboradores tenham voz e que a comunicação entre ambos ocorra na mesma proporção.

É importante que os canais de comunicação no negócio não apenas atuem distribuindo informações e orientações entre os colaboradores, é preciso que também estejam abertos a ouvir o que as pessoas têm a dizer.

Valorização de pessoas
Todos os integrantes do negócio são parte essencial do sucesso da empresa, portanto, o incentivo e valorização a todos é fundamental. Empresas que adotam a cultura colaborativa diminuem as taxas de erro em 75% e aumentam a produtividade em aproximadamente 10%.

Flexibilidade
Atualmente muitos negócios já entendem a importância da flexibilidade, que traz benefícios como melhor produtividade da equipe. Tem sido cada vez mais comum que os negócios beneficiem a equipe com a flexibilidade de horário, inclusive, muitos negócios têm adotado a prática de dar aos colaboradores a possibilidade de trabalhar alguns dias alocado e outros no modelo home-office.

Investimento nas habilidades e conhecimentos
Além de compreender que na cultura colaborativa os conhecimentos e habilidades são agregados entre a equipe, é fundamental que o negócio estimule os colaboradores por meio de treinamentos, orientações, workshops, seminários, entre outros, para adquirirem ainda mais conhecimentos e novas habilidades.

Valorização da equipe
Na cultura colaborativa há o estímulo pela formação de equipes, em que cada membro exerce os conhecimento e habilidades, e juntas, as pessoas unindo suas expertises se tornam muito mais eficientes para vencer os desafios no negócio.

Feedback positivo
Quando se fala em comunicação, a prática do feedback positivo vem à tona. É fundamental que entre os colaboradores e liderança exista a cultura do feedback, em que todos, automaticamente, esperem algum retorno sobre as atividades que desempenham no negócio.

O feedback aplicado de maneira assertiva gera confiabilidade e também atua na valorização da equipe, afinal, se há o feedback é porque existe uma ‘preocupação’ em torno dos colaboradores e de seu desenvolvimento no negócio.

Práticas de Workflow na cultura colaborativa
Literalmente traduzido quer dizer ‘fluxo de trabalho’, se trata da utilização de ferramentas e métodos, que juntos ajudam na automatização dos processos em um negócio. O workflow é essencial na cultura colaborativa, já que possibilita para a equipe seguir um fluxo adequado para que os resultados aconteçam conforme o esperado.

O workflow é parte importante na cultura colaborativa, com o auxílio de uma arquitetura de TI, ou seja, com o auxílio de softwares, é possível desenhar e padronizar os processos em um negócio.

Esse trabalho é feito pelos próprios colaboradores que irão executar as etapas no processo, ou seja, o workflow confere à equipe autonomia, fundamental para o seu desenvolvimento. Além disso, o workflow pode ser colocado em prática por meio de fluxogramas e são flexíveis, podendo ser alterados durante o processo pela equipe.

Cultura colaborativa vai além do conceito de equipe
A colaboração quando o tema é cultura colaborativa deve ser compreendida como agente de transformação em um negócio. As pessoas ganham voz e participação efetivas na empresa. As estratégias são elaboradas com mais eficiência quando a colaboração é um hábito entre a equipe.

A cultura colaborativa também confere o poder na tomada de decisões, qualquer nova ideia, prática, passa pela discussão entre os colaboradores. O individualismo e a hierarquização de funções ficam no passado.
Hoje, as empresas que estão no topo do sucesso já entenderam que a cultura colaborativa é um importante combustível para adquirirem vantagem competitiva.