18 de dezembro de 2019 / por ondatkm

Empreendedor: Franquias mais baratas

Franquias com preço mais em conta são alternativa para quem quer empreender e não tem muito dinheiro.

Seja para trabalho ou lazer, as motos são um meio de transporte geralmente mais rápido e barato. Enquanto o Brasil se prepara para fechar o ano com cerca de 1 milhão de motocicletas emplacadas, reunimos uma lista de pequenos negócios que custam menos que uma Honda CG160, a líder de vendas no Brasil, segundo estudo realizado pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), vendida entre R$ 9 e R$ 11 mil.

Quem compra uma moto acaba tendo gastos com combustível, IPVA, manutenção e, em alguns casos, multas. Já quem investe em uma franquia pode multiplicar a quantia investida, caso o negócio prospere. Para quem busca começar um novo negócio, separamos quatro franquias menos de R$ 11 mil.

Ceofood (sede São José do Rio Preto/SP)

Lançada em março de 2018, o Ceofood é um aplicativo de gastronômico que opera no modelo de franquia, com foco em regiões periféricas e cidades do interior. O franqueado é responsável por prospectar novos restaurantes e estabelecimentos que pagam um valor fixo, de R$99 a R$149, para serem inclusos no aplicativo, diferentemente de marcas concorrentes que cobram um percentual em cima dos pedidos. O lucro é obtido dos valores mensalmente pagos pelos restaurantes. Com o modelo ‘home based’ a franquia é ideal  para aqueles que buscam uma maior versatilidade de horários e qualidade de vida.

A partir de janeiro de 2020, o Ceofood passa a realizar entregas para estabelecimentos de modo geral, como  supermercados, farmácias, petshop e etc.  Em 20020 a marca passa a atender o mercado Europeu, iniciando suas operação em Portugal.

investimento inicial é de R$ 5.990,00 com prazo de retorno de seis a 12 meses e lucratividade de 50%.

GOU Odonto

Destinado para dentistas, a GOU Odonto, rede de franquias odontológicas com mais 120 unidades em operação, oferece o modelo de adesão de marca para profissionais que já possuem uma clínica. Na prática o modelo busca dar um suporte administrativo completo para profissionais que já atuam no mercado e querem se dedicar 100% ao operacional, deixando departamentos como marketing, RH e consultoria em total responsabilidade da franqueadora. Para aderir ao modelo de conversão de bandeira da rede, o profissional deve desembolsar R$ 10 mil, considerando que o dentista já tenha o espaço montado. O prazo de retorno vai de três e a seis meses e a lucratividade é de 50%.

Ótris Soluções Financeiras

Criada em 2010 pelo administrador Caio Katayama, a Ótris Soluções Financeiras é uma empresa que se notabiliza por recuperar valores devidos por inadimplentes para pequenos e médios negócios. Desde a sua criação, a rede já recuperou mais de R$ 5 milhões. Como modelo de baixo investimento, a marca disponibiliza a franquia home based, onde o franqueado trabalha de casa e pode contratar um assistente para tocar o negócio. Com valor de investimento inicial de R$ 10 mil e faturamento médio mensal de R$ 5 mil. A previsão média de retorno é de quatro meses.

Ceopag (sede em São José do Rio Preto)    

A Ceopag é uma franquia de meios eletrônicos de pagamento que oferece, além da maquininha de cartão, conta digital, cartão de crédito e até aplicativo com inteligência artificial que permite cobrança com reconhecimento facial. A marca, fundada este ano, tem 347 unidades no Brasil, em sistema de microfranquia. Cada franqueado é responsável por uma área de atuação e tem como foco buscar estabelecimentos interessados nas soluções oferecidas pela rede para pagamento eletrônico. A Ceopag é opção para empreendedores com faturamento entre R$1 mil e R$ 100 mil, inclusive negativados. A Ceopag prevê investimento inicial a partir de R$ 6.990,00, com faturamento médio de R$ 5 mil e prazo médio de retorno de seis a 12 meses.