30 de julho de 2020 / por ondatkm

Fraude no Auxílio Emergencial: Governo divulga cadastros sob suspeita

Onyx Lorenzoni atual ministro da Cidadania realizou uma parceria junta ao  Federal e a Polícia Federal para evitar fraudes e punir quem esteja fraudando o pagamento e concessão do auxílio emergencial. O ministério da Cidadania, aponta que 1,3 milhão de cadastrados estão passando por analise.

O ministério informou em nota que a ação está mirando grupos organizados que agem para burlar os sistemas usados para filtragem de dados dos trabalhadores que podem receber o benefício.

A Caixa Econômica Federal também fará parte desta ação e será responsável pela identificação e informação sobre os saques feitos de forma irregular.

O Ministro Onyx Lorenzoni ainda afirmou que“mesmo com o nosso altíssimo índice de acerto no pagamento do auxílio emergencial, ainda há grupos criminosos que insistem em burlar o sistema. Então, essa parceria vai aumentar os instrumentos de controle a partir do cruzamento de informações para encontrarmos e punirmos esses criminosos”.

 

Base de dados do Auxílio Emergencial

Os registros irregulares de movimentação serão incluídos em um banco desenvolvido pela Polícia Federal para analisar e rastrear a atuação de criminosos a BNFAE (Base Nacional de ).

Outros órgão também poderão acessar e alimentar a base de dados e também as denúncias. O Governo Federal também mantem uma plataforma online para o recebimento de denúncias.

Outros órgãos também terão acesso e poderão alimentar a base de dados, e as denúncias, caso haja evidências suficientes, serão conduzidas pelo Ministério Público Federal. As denúncias podem ser realizadas através da plataforma Fala.Br ou por telefone, pelos números 121 ou 0800-707-2003.


 

Fonte- Jornal Contábil