29 de outubro de 2019 / por ondatkm

Lucro Real: Quais são as vantagens e desvantagens para empresas de transporte

De grandes transportadoras, a empresas com apenas 01 ou dois veículos em sua frota, a grande preocupação dos empresários do segmento de transportes está em como funciona a tributação de transportadoras, isto é, como os impostos afetarão a lucratividade de suas empresas?  

Dentre essas preocupações, ainda podemos destacar o fato de, como poderão então, formular estratégias para reduzir a carga tributária a que estão sujeitos?

Muitos, inclusive, consideram até a possibilidade de reestruturar suas empresas, se for o caso.

Então, se sua preocupação com o assunto tributação de transportadoras tem tirado o seu sono, pois você não tem ideia se sua empresa está maximizando todas as isenções e incentivos fiscais disponíveis, este artigo foi escrito especialmente para você.

Isso quer dizer que você entende – de fato – [como a escolha do melhor regime tributário para transportadoras interfere nos lucros de seu negócio].

Desse modo, Você percebeu que, com o regime tributário errado, você pode estar assim, pagando impostos demais, quando na verdade, poderia pagar muito menos.

Parabéns, você está no rumo certo para alcançar a lucratividade tão desejada!

No artigo de hoje, ao falarmos sobre tributação de transportadoras, vamos explicar, de forma precisa, as vantagens e desvantagens do Lucro Real para as empresas de transporte. Será que o Lucro Real é a opção mais vantajosa, apesar das desvantagens que porventura possam existir?

Interessante apurarmos isso, não é?

Boa leitura!

Entenda o Lucro Real para Transportadoras 

O Lucro Real é o regime tributário mais complexo da legislação fiscal brasileira.  Só exemplificar: A contribuição do IRPJ e da CSLL, por exemplo, é determinada com base no lucro líquido apontado pela transportadora.

E por que enfatizamos que o Lucro Real é o regime de tributação mais complexo para transportadoras? 

Simplesmente porque as regras e as responsabilidades da empresa de transportes que contribui nesta opção tributária, são maiores do que nos demais regimes, como o Lucro Presumido, por exemplo. Desse modo, a participação de uma assessoria contábil especializada em Contabilidade para Transportadoras é fundamental para que todos os aspectos do Lucro Real sejam apurados, e a empresa possa se beneficiar dessa opção tributária.

Por que falamos sobre benefícios do Lucro Real para Transportadoras?

Porque, no nosso entendimento, o Lucro Real é o mais benéfico e vantajoso regime tributário para transportadoras, uma vez que, ao se realizar uma análise apurada do negócio de transportes, é possível afirmar que a apuração do Lucro Real, através de um planejamento adequado, contribua para a redução da carga tributária da transportadora.

Se sua transportadora fatura acima de R$ 78 milhões de reais anuais, obrigatoriamente o Lucro Real deve ser a opção tributária definida por lei. Existem projetos de Lei tramitando no Senado Federal, para que este limite seja elevado para R$ 98 milhões de reais. Entretanto, ainda não se tem nada definido.

E quais as Vantagens do Lucro Real Para Transportadoras? 

-Ao optar pela tributação de transportadoras no Lucro Real, você contará com as seguintes vantagens:
  • Possibilidade de compensação dos prejuízos fiscais;
  • Ao ser analisada a real situação da empresa, a apuração dos impostos, com certeza é a mais justa;
  • [Maior aproveitamento dos créditos do PIS e da COFINS]; 
  • Os Impostos podem ser apurados trimestral ou anualmente. Isso dependerá do planejamento e das necessidades da empresa;
  • E, no caso de prejuízo fiscal, a transportadora não será obrigada a recolher as contribuições, dentre outras.

E quais as desvantagens do Lucro Real para Transportadoras?

Seria bom se só tivéssemos vantagens na opção de um regime tributário, não é? Mas, como em tudo na vida, às vezes precisamos lidar com alguns espinhos, e na opção pelo Lucro Real como o regime de tributação para transportadoras, a empresa pode ter algumas desvantagens, como por exemplo:

  • A burocracia excessiva na gestão dos documentos;
  • controle contábil extremamente rigoroso;
  • Um volume muito maior de obrigações acessórias, que não estão vinculadas aos pagamentos de impostos propriamente ditos;
  • Maiores alíquotas do PIS e da COFINS.

Porém, essas desvantagens são amenizadas quando a empresa conta com uma assessoria contábil parceira e, além de tudo, especializada em contabilidade para transportadoras. Este é o grande diferencial das transportadoras de sucesso!

Conclusão

Apesar de possuir alíquotas mais elevadas de impostos, consideramos o Lucro Real o regime tributário mais vantajoso para as empresas de transportes devido as elevadas possibilidades de aproveitamento dos créditos a serem compensados. Isso sem falar sobre a vantagem de a apuração dos impostos serem mais justas. Contudo, deverá ter um processo contábil e tributário bem mais rigoroso.

Isto posto, com certeza a opção pelo regime de tributação de transportadoras no Lucro Real (não cumulativo), desde que o lucro da empresa não ultrapasse 8%, é o mais indicado por nossa assessoria.

 

———————————————————-

Conteúdo original ACCE Contabilidade