11 de março de 2020 / por ondatkm

Negócio: Tendências no empreendedorismo em 2020 no Brasil

Para quem quer abrir sua primeira empresa ou manter a sua com sucesso no Brasil, é importante acompanhar as tendências no empreendedorismo em 2020. Afinal, o ano promete ser de recuperação econômica.

De acordo com o Ministério da Economia, o PIB em 2020 será de crescimento de mais de 2%, o que mostra um aquecimento do mercado nacional, o que é ideal para empreendedores.

E aí, quer saber quais as tendências no empreendedorismo em 2020 e como aproveitá-las? Então siga a leitura do artigo abaixo!

1. Home office e teletrabalho é uma das tendências no empreendedorismo em 2020

Uma das grandes tendências do mercado econômico de 2020 será o home office e o teletrabalho. Aprovados e regulamentados pela Reforma Trabalhista de 2017, essas modalidades já são muito usadas, mas agora as empresas entenderam exatamente como aproveitar ao máximo o recurso.

Assim, é normal ver empresas aproveitando situações de clima complicado (como chuvas, por exemplo) para ter a equipe trabalhando pela Internet, além de poder montar times específicos com colaboradores de diversos espaços do Brasil.

No entanto, é importante ter em mente que essa tendência exige certos cuidados para manter uma boa produtividade da empresa, uma vez que apresenta um contexto diferente do normal.

2. Economia compartilhada é uma maneira de empreender mais fácil

Uma das grandes tendências no empreendedorismo em 2020 no Brasil é a economia compartilhada. Talvez você ainda não conheça bem o que ela é, mas o seu nível de crescimento já é considerável.

A economia compartilhada acontece quando empresas ou profissionais compartilham algum nível de infraestrutura em seus negócios. O maior exemplo, claro, é o compartilhamento de entregadores por restaurantes em aplicativos como iFood, UberEats ou Rappi.

No entanto, o coworking é outro exemplo muito popular, que permite que empresas inteiras ou profissionais de teletrabalho possam atuar em um determinado espaço junto com outras empresas e profissionais.

Outro exemplo é a cozinha compartilhada, que consiste em um espaço culinário compartilhado por várias pessoas, que podem produzir seus pratos apenas para ser entregue via delivery.

3. Mercado pet é um dos que mais crescem no Brasil

O mercado de pets e animais de estimação é um dos que mais crescem no Brasil atualmente. Para se ter ideia, existem mais lares brasileiros com animais domésticos do que com crianças hoje em dia. Impressionante, não é mesmo?

Por isso, uma das tendências do empreendedorismo atual é focar em serviços e produtos para os pets. São hotéis, cuidados específicos, treinamentos, comidas especiais, roupas, brinquedos, veterinários e muito, muito mais.

4. Parcerias entre técnicos e criativos no desenvolvimento de produtos

Dizem por aí que existem as pessoas que usam só o lado direito do cérebro (e são bem emotivas) e as pessoas que usam só o lado esquerdo (e são super racionais). É claro que essa história é um mito, mas é interessante notar como ela até que reproduz um movimento mais ou menos real: algumas pessoas puxam mais para a criatividade e outras para o pensamento técnico.

No entanto, em 2020, uma das grandes tendências será a união entre a criatividade e a técnica no desenvolvimento de produtos. Idealmente, a junção será no mesmo profissional: alguém criativo que passou por formação técnica ou o contrário.

Se não for possível, a ideia é estabelecer duplas de trabalho para que se possa explorar ao máximo as duas percepções.

5. Foco em nicho é uma das tendências de curto prazo

Atualmente, grandes players do mercado como a Amazon, Magazine Luiza e outras dominam o mercado generalista, vendendo de tudo um pouco para os seus clientes.

Como dominam na escala, conseguem praticar preços que ninguém mais consegue. Por isso, para os pequenos e médios empreendedores, não dá para disputar no mercado generalista.

O foco, portanto, deve ser no mercado de nicho. Se o empreendedor quer vender livros, por exemplo, em vez de competir com a Amazon, deve focar em livros de um segmento e trazer produtos que a gigante não consegue ou que escapa pelo radar dela.

6. Otimização de logística é essencial para um bom lucro

Em 2020, mais do que nunca, qualquer ligeira diferença entre as empresas dará maior resultado em termos de lucro.

Por exemplo, se você conseguir diminuir os custos de armazenamento e distribuição dos seus produtos, já conseguirá uma boa diferença em relação ao seu competidor. Isso poderá se traduzir em queda nos preços ou em maior lucro obtido para investir em outras áreas.

Isso, no entanto, deve estar previsto no plano de negócios da empresa, nem que seja necessário atualizá-lo para melhorar a logística.

7. Geolocalização será essencial para as pequenas empresas

Antigamente, a Internet era uma ferramenta de expansão de vendas. A mesma empresa poderia agora acessar o mercado nacional, em vez de apenas local.

No entanto, as tendências mudam. Todos atuam nacionalmente e a competição é acirrada. Por isso, uma das tendências no empreendedorismo em 2020 é a utilização de ferramentas de geolocalização para realizar vendas locais, como anúncios no Facebook ou Google focados em uma região específica da cidade.


 

Fonte: Jornal Contábil