22 de abril de 2020 / por ondatkm

Preenchi o auxílio emergencial errado: Ainda tenho tempo de corrigir?

Oportunidade para reajustes. Se você se cadastrou na plataforma do auxílio emergencial, mas errou alguma informação pessoal, fique atento. Nessa semana, a caixa econômica Federal informou que dará um prazo para que os usuários alterem os dados repassados para receberem o auxílio de R$600. De acordo com a instituição, as pessoas terão até 5 dias úteis para poder realizar as modificações.

A correção acontecerá por MEIo do site oficial da Caixa ou então pelo aplicativo ‘auxílio emergencial’. Basta o usuário entrar no seu login de acesso, informando suas documentações pessoais e conferir o formulário preenchido por ele mesmo. Onde houver erros, ele deverá alterar com os registros corretos e na sequência confirmar a ação.

O procedimento só será permitido nos priMEIros 5 dias após a validação do cadastro. Isso quer dizer que, aqueles que se registraram na última sexta-feira (10), por exemplo, já não podem mais modificar o registro.

Inicialmente, a instituição tinha informado que não haveria a possibilidade de correção. No entanto, após uma série de solicitações, voltou atrás na medida, permitindo uma nova análise nos cadastros.

Verifique os dados antes de enviar
Para quem ainda não acessou a plataforma, é importante ficar atento. A instituição recomenda que, antes de confirmar o registro, o beneficiário confira passo a passo os dados enviados. Além disso, solicita para que os nomes e números de documentação sejam revisados separadamente.

Ao preencher o formulário inicial, a ferramenta (tanto no site, quanto no aplicativo) gera um resumo dos dados para que estes possam ser verificados. Passando algum erro, basta selecionar a opção ‘voltar’, corrigi-lo e na sequência confirmar.

Nem todos precisam preencher o cadastro do auxílio de R$600
O preenchimento só é necessário para aqueles que não estavam registrados no Cadastro Único até o dia 20 de março.

Para esse grupo, as informações já foram validadas pelo governo federal, que contém os dados bancários, registros pessoais, comprovantes de renda e mais. Nesse caso, o recebimento do auxílio de R$600 é realizado de forma automática, nas contas enviadas.

A instituição afirma que, em caso de dúvidas, as centrais de atendimento online estão com os serviços redobrados para poder atender as demandas.
————————

Fonte- Jornal Contábil